FRETE GRÁTIS EM COMPRAS A PARTIR DE R$250,00

Lubrificantes íntimos

O lubrificante íntimo promove a umidificação vaginal e anal, ajuda homens e mulheres a atingirem o prazer sexual.

Funções

  • Facilitar a relação sexual durante a penetração;
  • Evitar o atrito, sensação de ardência, lesões, dores e desconforto;
  • Deixar as relações mais prazerosas.

Principais causas da redução da lubrificação íntima 

Muitas mulheres sofrem com pouca ou nenhuma lubrificação vaginal. As principais causas são: estresse, baixa libido, diminuição do hormônio Estrogênio que ocorre no pós-parto, climatério (período que antecede a menopausa) e menopausa, corrimento de repetição, cisto na glândula de Bartolim, Bartolinite (inflamação da glândula de Bartolim), uso de alguns tipos de antidepressivos, uso de alguns tipos de anticoncepcionais, Diabetes descompensada, pressão arterial descompensada e tabagismo.

A mulher que estiver enfrentando a diminuição da lubrificação íntima deve procurar um ginecologista e um fisioterapeuta pélvico.

Lembre-se! Saliva não é lubrificante!

Principais tipos de lubrificantes íntimos  

Base de água – são mais parecidos com a lubrificação natural da vagina, sendo os mais indicados para o sexo vaginal e para usar com massageadores íntimos. São compatíveis com o preservativo.

A base de água beijáveis – existem de diversos sabores, podem ser usados tanto na penetração quanto no sexo oral, deixando esse momento ainda mais delicioso. Não são indicados para mulheres que possuem algum tipo de alergia na região íntima.

A base de água térmicos – são os mais indicados para o sexo vaginal, tem o efeito de esquentar ou esfriar durante a penetração. Também não são indicados para mulheres que possuem algum tipo de alergia na região íntima.

A base de óleo  – são mais duradouros, só saem com água e sabão.

Siliconados– tem textura aveludada, são duradouros, mais indicados para ter penetração vaginal na água, piscina ou banheira porque não saem facilmente. Também devem ser usados no sexo anal e na massagem com colar de pérolas.

 

Compartilhe nas redes sociais:

Comente o que achou: